Cadastre seu e-mail.

Qualé mermão, vai ficar desinformado?
Cadastre-se e receba atualizações, não spams ;)

Como explorar as buscas no Google e preparar o seu site para vender mais

A disputa pelas primeiras posições nas páginas do Google não é nenhuma novidade. Se levarmos em consideração que 60% de todos os cliques acontecem nas 3 primeiras posições do resultado orgânico, trabalhar para ranquear melhor a sua marca faz cada vez mais sentido, não é mesmo?

Agora imagine que sua empresa está na 35ª posição nas páginas de pesquisa do Google. Quantas vendas você faz hoje pela internet? Já pensou por que sua empresa ou sua marca não conseguem vender mais? Já se perguntou como seu potencial cliente tem alcançado seu produto ou serviço pela rede? Quantos por cento você poderia vender a mais no ano se melhorasse o posicionamento da sua marca na web?

E vá além. Pergunte-se:

  • Como tem sido a experiência do usuário ao navegar pelo seu site?
  • Quanto tempo você tem investido em produção de conteúdo?
  • Quais palavras-chave são as mais pesquisadas para o seu segmento, produto ou serviço?

Se você ainda não se fez tais perguntas, chegou a hora. No Brasil, a busca orgânica, seja ela direta ou não, corresponde hoje, em 2016, a 50% de todo o tráfego gerado na web. Outro dado relevante é o de que 49% dos brasileiros possuem internet em casa e mais de 42 milhões dos internautas acessam a rede através do celular. Logo, está aí uma excelente oportunidade para mostrar melhor o seu produto ou serviço e aumentar a sua taxa de conversão, não é mesmo?

Porém, para alcançar as melhores posições não basta apenas investir em técnicas de SEO é necessário mais. Nos últimos anos, o Google investiu para que o usuário tivesse uma experiência cada vez mais relevante e, neste contexto, duas importantes atualizações foram realizadas alterando a forma como as páginas hoje são classificadas: Panda e Penguin.

Em busca de uma boa experiência para o internauta, a cada pesquisa os robôs do mecanismo de busca “varrem” milhões de páginas na internet à procura dos arquivos que vão atender melhor aos anseios de quem está navegando na rede. E alterar as regras do jogo na web fez com que o Google impedisse que pessoas e empresas tirassem vantagem em cima das técnicas de SEO sem que a experiência final do visitante fosse considerada.

Nesse sentido, o conteúdo ofertado passou a ter novo valor e novo peso. Quanto mais relevante ele for, maiores serão as chances da sua empresa se posicionar melhor. E maior visibilidade na internet hoje significa uma maior proximidade da sua marca com o seu público-alvo, ou seja, maiores as chances de converter aquele visitante em cliente.

Pensando em aumentar o volume dos seus negócios, preparamos 3 dicas que vão ajudar a sua empresa a ganhar posições no Google explorando apenas o tráfego orgânico e, assim, aumentar as suas chances de fechar mais vendas.

 

1. Produza conteúdo relevante

A base de um bom trabalho em SEO vai muito além das técnicas de otimização e os  seus “supostos milagres” que muitos profissionais vendem no mundo do Marketing Digital. Não se deixe enganar!

Se o seu objetivo é aumentar as vendas através da web, foque em um trabalho de qualidade, ou seja, invista em um site bem construído e com uma excelente arquitetura de informação; crie conteúdos e páginas de qualidade; busque palavras-chave que façam sentido para o seu modelo de negócios e ganhe links relevantes que garantam autoridade no seu segmento, ao invés de priorizar somente técnicas que queiram enganar o Google e os seus robôs.

Claro que o trabalho de otimização On-Page não deve ser esquecido. Títulos relevantes, meta description adequada, urls amigáveis, imagens com descrição, entre outras técnicas, ainda fazem a diferença, sim. Porém, quando o assunto é resultado orgânico, apenas conteúdo relevante terá impacto direto na forma como o Google posiciona a sua marca, impactando, portanto, sobre o seu negócio e as suas vendas. Dessa forma, se o seu objetivo é vender mais através da busca orgânica, produzir conteúdo de qualidade tornou-se indispensável para adquirir posições e ser facilmente encontrado pelo seu público consumidor.

E já sabemos que o comportamento do usuário mudou com o crescimento da internet. Uma quantidade infinita de informações, opções, comparativos, preços e condições passaram a ficar distantes apenas um clique do seu potencial cliente, influenciando diretamente a sua decisão de compra. Sendo assim, a forma como você é percebido na rede hoje faz total diferença para fechar ou não aquela venda, certo?

 

2. Melhore a experiência do usuário em seu site

De nada adianta ter ótimos conteúdos se a experiência do visitante durante a navegação não for bacana, não é mesmo?

Sites pesados, lentos e que dificultam a vida do usuário em outros dispositivos como tablets e mobiles, por exemplo, só tendem a levar o seu potencial cliente para o concorrente.

Invista em sites responsivos e rápidos

Aumente o tempo de permanência dos visitantes no site

 

3. Construa link building de qualidade

Links externos ainda funcionam bem, porém hoje não basta que você tenha apontado para o seu site dezenas de links irrelevantes, pois o Google considera o peso do link que está redirecionando para você através da avaliação do conteúdo.

Logo, se o seu site é sobre peças automotivas, de nada adianta ganhar links de um site de perfumes, não é mesmo? O link building tem por objetivo ajudar na construção da sua autoridade na web. Dessa forma, receba apontamentos de páginas que correspondam ao mesmo segmento que o seu ou que ofereçam serviços e produtos complementares aos da sua empresa.

 

Conclusão

Tanto para busca direta quanto dentro de uma jornada de compra, produzir conteúdo relevante para seu público-alvo, garantir uma boa experiência ao usuário em seu site e ganhar direcionamentos de qualidade é o mínimo que você pode fazer para ganhar posições nas buscas do Google e se fazer presente na rede.

Quanto maior for a sua presença na web, maior será a sua força para fazer a máquina de vendas girar. Utilizar o tráfego orgânico a seu favor e ir além das conhecidas técnicas de SEO, buscando mais que o ranqueamento pelo ranqueamento, é fundamental para obter os resultados que espera.

E não se esqueça: conhecer o seu potencial cliente, o que ele realmente está buscando, quais são os seus reais interesses, seus hábitos de consumo e suas dores só vai fazer você se aproximar da porcentagem de vendas que deseja.

Invista naquilo que realmente irá te trazer resultados e conte com a Teed nessa missão. Você sabe no que a Agência Teed pode te ajudar? Conheça nossos serviços: teed.com.br/servicos

Referência: Resultados Digitais

Você pode gostar também